As montanhas do Jura : raquetes de neve e grandes espaços nórdicos.

Enquanto que Aline decidiu de passar o inverno no calor e foi para sua terra natal, eu vous para as paisagens com neve das Montanhas do Jura e mais precisamente nos Rousses, no coração do Parque Natural do Alto Jura.

As Montanhas do Jura, é o destino ideal para as famílias, os urbanos que querem aproveitar da montanha sem o lado « muito chique » das usinas de esqui.  As Montanhas do Jura são paisagens nórdicas de tirar o fôlego, uma natureza preservada, os lagos nos quais, podemos patinar no inverno, florestas, pinheiros… é a montanha como imaginamos quando éramos pequenos, uma imagem bem real.

Eu não sou uma grande esportiva e eu gosto da neve, desde que o meio ambiente valha a pena a viagem, que o aconchego esteja lá e que eu possa fazer outra coisa além de esquiar !

Então os Rousses, é a estação ideal para mim. O que eu gosto na neve : são as raquetes de neve. Eu já fiz várias vezes. Gosto de sair com um guia que te leva nos locais, onde ninguém ainda foi, com exceção de alguns animais , nos quais vemos as pegadas, onde depois de ter andado durante uma hora ou mais, vemos uma paisagem de tirar o fôlego que nos deixa sentir a que ponto somos privilegiados.

Mas desta vez, uma nova aventura chega em mim : a trilha noturna. Vestida com roupas quentes e munida de uma lanterna frontal, lá fui eu com algumas amigas, durante uma hora de caminhada na noite com nossa guia Dominique. A noite está clara, a temperatura até que não está tão fia, e Dominique, pede para que não ascendamos nossas lanternas. De fato, no final de alguns instantes, nossos olhos se habituam, completamente, a esta estranha luminosidade, proveniente da luz da lua sobre a neve. São mais de 19 horas, esta noite do mês de janeiro, mas ainda não está, completamente escuro. Tudo está silencioso na Floresta do Massacre, temos a sensação de estarmos sós no mundo. Apenas o guincho de nossas raquetes de neve e nossas vozes que baixaram naturalmente o tom, interrompendo o silêncio da natureza adormecida.

De repente, chegamos em uma claridade. A luz crescente da lua se tornou mais forte  e as estrelas constelam o céu : este momento é pura maravilha, um destes momentos na vida, onde o tempo pára, um dos momentos que não sairam jamais da nossa memória para a pureza e a beleza desta natura que nos rodeia.

Após uma hora de um percurso fácil e no bom humor, chegamos no refúgio, onde nos espera um vinho quente, um excelente fondue de queijo comté e uma torta de mirtilo que saboreamos ao lado da lareira. Um licor de pinheiro e voltamos !

Decidamente,  as Montanhas du Jura, é a verdadeira Montanha, como podemos sonhar, como nos contaram nas histórias infantis e como nos mostra as reportagens, sublimando as férias na neve.

Uma coisa é certa : foi minha primeira trilha com raquetes de neve noturna, mas não será a última !

Leave a Reply

Votre adresse de messagerie ne sera pas publiée. Les champs obligatoires sont indiqués avec *